Fique acordado! – EP01 – Ano Do Dragão

 

Socado num apartamento escuro no centro de Hong Kong, o agente de informações chinês Kun Wang estava em território inimigo. Porém confiava em seu disfarce e aguardava sua hora de agir. Uma de suas telas exibiu um aviso. Deu comando de voz para desligar o áudio da tela que exibia notícias. A partir daquele momento estava em missão e não podia acompanhar as festividades.

Parecia fácil, não apenas por ser uma cibermissão, sem grandes riscos de ser capturado e torturado, mas porque ela era de fato simples. Devia obter, testar e transmitir algoritmos que fossem capazes de invadir grandes sistemas de segurança para um destinatário confidencial. Não teria sequer de invadir os sistemas do inimigo, apenas entregar inteligência boa suficiente para quem fosse fazê-lo. Neste pequeno apartamento, as luzes estavam apagadas. Enquanto mexia freneticamente os dedos em seus teclados esféricos observava as telas que disponha a sua frente. Eram as únicas luzes visíveis de dentro do recinto, enquanto os fogos brilhavam lá fora.

Wang achou que seria um serviço rápido. No início realmente foi. Obter os algoritmos foi a parte mais fácil, bastou acionar algum de seus contatos espalhados pela cidade, cobrar favores e pronto. Sempre podia contar com um conectado. A tela da direita chegou a alertar Wang, mas o sistema conseguiu que seu pacote chegasse sem detecção em sua estação e pode respirar aliviado.

Foi na segunda parte que as coisas se complicaram quando o algoritmo não passou pelos testes que aplicou no arquivo. Cada tentativa consumia muito tempo, cerca de uma hora e meia cada. Previu que o arquivo travaria, ao menos, nas duas primeiras tentativas. Passadas mais de seis tentativas Wang começou a suar frio.

– “Não, não.. não pode estar acontecendo, isso não é normal”. Disse murmurando. A tela da direita que anunciava o resultado do teste de segurança. “Essa merda não quer passar”. Sabia que era uma questão de tempo, porém não podia simplesmente dormir e terminar depois e por isso tomou uma dose concentrada da boa e velha Ritalina. O flaconete de rápida absorção estava em seu kit básico. Cerca de alguns minutos depois o cansaço desaparecera, mas o algoritmo insistia em não fechar.

***

Já havia passado 36 horas e depois do segundo flaconete de Ritalina composta ter perdido seu efeito, o resultado não havia aparecido. Wang estava entrando em desespero, espremido na escuridão do apartamento. Então puxou de seu kit de cybermissão, um flaconete diferente. Pouco se falava nele após o treinamento. Trata-se de uma droga sintética misturada com plantas das quais não fora informado. Ela era capaz de manter um agente acordado por horas além das condições físicas seguras. Já havia lido em relatos de campo dos efeitos diversos da droga, desde um “despertar” no raciocínio até colapsos cerebrais com efeitos irreversíveis.

Não havia escolha, para completar a missão deveria utilizar a droga. Pegou o flaconete com o liquido esverdeado com a inscrição “SSC-565” e ingeriu. Os primeiros 10 minutos o efeito parecia semelhante ao da Ritalina, mas com um formigamento nos membros inferiores e superiores. Depois sentia-se melhor que nunca, mais alerta e animado artificialmente. Esta agitação o fez olhar para os lados algumas vezes. Em outras o fez levantar de sua cadeira. Numa dessas vezes, quando olhou para a cama, viu-se deitado dormindo tranquilamente.

é

Percebera que não estava no domínio da situação e muito menos de si mesmo, obviamente associou o que viu ao efeito da droga. Preferiu ignorar o “eu” deitado na cama e concentrar-se no computador para não ver coisas estranhas novamente. A medida que os gargalos da programação começavam a ser vencidos, pensou que tomou uma boa decisão. Até que numa das telas viu três robôs androides da polícia na portaria do prédio.

Fim do EP01

#Wilbur D.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s